Escritórios de Advocacia: Como Sobreviver à Competitividade do Mercado Jurídico

GestãoPara Escritórios

Escritórios de Advocacia: Como Sobreviver à Competitividade do Mercado Jurídico

Escritórios de advocacia vivem em um mercado altamente competitivo no mundo jurídico. Anualmente, cerca de 1 milhão de novos bacharéis adentram neste quadro. E então fica a pergunta: “Como sobreviver ao mercado competitivo que é o jurídico?”. Precisamos continuamente estar atualizados de mudanças referentes a leis e aos processos, ao mesmo tempo que precisamos estar dedicando esforços para conquistar novos clientes e a atendê-los sempre da melhor forma.

Saiba mais sobre Desafogar o Setor Jurídico da sua Empresa com o Repasse de Diligências.

Nesse cenário, acabamos nos deparando com falta de tempo para se dedicar a peças processuais, para dar a devida atenção aos nossos clientes e para investir no escritório, bem como promovê-lo, isso sem contar a falta de tempo para analisar os resultados financeiros do nosso negócio. Tendo esses problemas em vista, como sobreviver ao mercado competitivo que é o jurídico?

Como Escritórios de Advocacia Podem Sobreviver ao Competitivo Mercado Jurídico

Encontramos diversos casos de escritórios de advocacia que chegam até a DOC9 diariamente com problemas semelhantes, e a maioria deles engloba a falta de tempo, alinhada com riscos financeiros e falta de qualidade. Sem dúvidas esses são problemas comuns encontrados pelos escritórios de advocacia, sendo mais comuns ainda para aqueles que utilizam a prática de repasse de diligências forenses para advogados correspondentes avulsos.

A correspondência jurídica é uma solução para muitos escritórios de advocacia e também para advogados autônomos porque possibilitam a esses negócios a atuação em diversos locais, sem precisar de um escritório ou um ponto de apoio local. Mas junto com essa solução possuímos alguns problemas, como a falta de padronização das diligências executadas, a necessidade de negociação de valores recorrentes e também o investimento de tempo para verificar se de fato as diligências serão realizadas no prazo, conforme o combinado.

Uma opção para manter os benefícios da correspondência jurídica sem ter o ônus citado acima é centralizar a demanda de diligências jurídicas para um único prestador, como as empresas de logística forense. Existem diversos players no mercado que conectam advogados correspondentes aos escritórios de advocacia. Cada um deles tem um modo diferente de trabalhar, alguns prestam apenas o serviço de contatos, fornecendo uma espécie de leilão de advogados, e outros se preocupam com a gestão completa da diligência, que é o caso da DOC9.

Quer saber como sobreviver ao mercado competitivo que é o jurídico utilizando os serviços da DOC9? Vamos ver como podemos solucionar os três problemas que levantamos, advindos da correspondência jurídica:

Falta de padronização das diligências executadas:

Escritórios de Advocacia: Como Sobreviver à Competitividade do Mercado Jurídico

Para o problema de falta de padronização, possuímos um setor totalmente responsável pela nossa rede de parceiros correspondentes, encarregados de captar advogados correspondentes de qualidade, realizar treinamentos iniciais, bem como reciclagens e treinamentos de boas práticas.

Além disso, nossos correspondentes jurídicos passam por constantes avaliações, que é o nosso ranking de parceiros, onde os advogados correspondentes são avaliados constantemente a partir da sua prestação de serviços. Quando um advogado vai bem, ele recebe benefícios e quando a sua nota não é satisfatória, ele é direcionado para treinamentos de reciclagem ou até para o descadastro.

Necessidade de negociação de valores recorrentes:

Escritórios de Advocacia: Como Sobreviver à Competitividade do Mercado Jurídico

Outro problema bem comum que os escritórios de advocacia enfrentam é a necessidade de negociação de valores a cada nova diligência, sem contar que, em muitos casos, os advogados correspondentes exigem o pagamento antecipado. Solucionamos esse problema através de um plano de cobrança especializado para cada tipo de cliente, levando em conta a demanda por ele apresentada. E além disso, o processo de pagamento é centralizado e sempre no mês subsequente.

Ou seja, a preocupação de pagar as diligências individualmente não acontece mais. Os nossos clientes só pagam pelos serviços executados e sempre no mês subsequente a entrega. Os escritórios não têm mais o problema de falta de previsibilidade, porque o plano possibilita a programação de caixa e, além disso, o extrato do cliente pode ser consultado a qualquer momento pelo nosso sistema.

Investimento de tempo para verificar se de fato as diligências serão realizadas no prazo, conforme o combinado:

Escritórios de Advocacia: Como Sobreviver à Competitividade do Mercado Jurídico

Além dos problemas levantados anteriormente, possuímos, é claro, o investimento de tempo em verificar se as diligências vão ser entregues no prazo e se elas vão acontecer conforme o combinado. Para esse caso, trabalhamos com equipes operacionais divididas de acordo com o tipo de diligência.

As nossas equipes operacionais são responsáveis pela gestão da diligência. Ou seja, o parceiro correspondente, ao ser alocado para a realização de uma diligência jurídica já passou pelo nosso processo de treinamento e de testagem e é considerado apto para a realização do serviço. Sendo assim, a equipe operacional fica responsável pela execução dos atos, realizando a confirmação e a cobrança com os advogados correspondentes, além de auxiliá-los em dúvidas específicas.

Solicitar Contato

Possuímos um modo de atuar que se encaixa nos mais diferentes nichos de escritórios de advocacia. Possuímos mais cases na nossa página, para dar uma olhada, acesse aqui. Quer saber como você pode economizar e ainda facilitar as suas rotinas jurídicas? Nós contamos como, basta preencher o nosso formulário DOC9 ao lado e solicitar o seu contato!

Amanda Cornetet dos Santos

Amanda Cornetet dos Santos

Administradora formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atual Diretora de Pessoas e de Clientes da DOC9. Responsável pela criação do setor de Gestão de Pessoas na empresa atuando desde a sua concepção até os dias de hoje. Acredita que as pessoas são o principal ativo de uma organização e busca continuamente tornar a DOC9 o melhor lugar para se trabalhar. Além desse desafio, hoje atua no comando da área de Customer Success, buscando continuamente o sucesso dos clientes DOC9, propondo melhorias em processos e soluções efetivas para as demandas dos clientes.

Deixar um Comentário