Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos

Para EmpresasPara Escritórios
Por 22 de março de 2019 Sem Comentários

A contratação de diligências jurídicas acaba sendo, em diversos casos, uma “pedra no sapato” de diversos setores jurídicos. Por isso, resolvemos escrever esse post: Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos.

Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicosDiligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos

Descentralização da demanda

O primeiro ponto que não podemos deixar de fora do post “Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos” é o problema descentralização de demandas gerado pela contratação de diversos advogados correspondentes para a realização de diligências jurídicas em diferentes localidades.

A descentralização acaba acarretando uma série de desperdícios financeiros, porque fazem com que o escritório ou o setor jurídico não tenha a mesma capacidade barganha quando falamos sobre centralização de serviços. Isso porque o escritório acaba tendo que negociar demandas esparsas entre os correspondentes jurídicos.

Outro ponto que não podemos esquecer no post “Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos” dentro de descentralização de demanda é a desorganização de informações proveniente da descentralização de diligências. Com o alto número de diligências jurídicas distribuídas em diversos advogados, a perda de informações acaba sendo quase que inevitável. As equipes precisam criar métodos para garantir que nenhuma informação seja perdida, o que acaba sendo, em diversos casos, bem complicado.

Necessidade de gerenciar correspondentes jurídicos

Outro ponto que não pode ser esquecido do post “Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos” é a necessidade de gerenciar diferentes correspondentes jurídicos ao mesmo tempo.

O alto número de diligências forenses acontecendo em diversas localidades, faz com que os setores e os escritórios necessitem ter uma equipe totalmente dedicada a gestão e o controle dos profissionais. Com o objetivo de garantir que tudo seja entregue conforme o combinado.

A dedicação exclusiva para a gestão e o controle das diligências jurídicas acaba consumindo boa parte do tempo de trabalho dos profissionais, porque exige organização, contato constante, revisão de instruções, negociação de valores a cada nova contratação e etc.


Confira mais em:


Perda de foco produtivo para ter que realizar tarefas burocráticas

O último ponto que trazemos nesse post “Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos” é o que acaba sendo, normalmente, esquecido pelos gestores que é a perda de foco produtivo da equipe pela necessidade de realização de tarefas burocráticas, como o gerenciamento e o controle das demandas jurídicas.

As equipes acabam investindo tempo na realização de tarefas repetitivas e operacionais ao invés de investir o seu tempo em atividades que agregam de fato valor para o negócio, como a contribuição em peças, como a releitura e aperfeiçoamento de casos e etc.

Como resolver?

Quer saber como resolver os principais problemas apresentados no nosso post “Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos”? Entre em contato conosco que podemos lhe explicar como a DOC9 tem facilitado a vida de vários clientes.

Diligências Jurídicas: Principais problemas enfrentados pelos setores jurídicos

Felipe Herter

Felipe Herter

Engenheiro de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com Mestrado em Negócios e Gestão pela Rutgers University. Atual Diretor de Operações na DOC9, já foi trainee na Gerdau e possui uma vasta experiência em gestão e análise de indicadores de desempenho, bem como é um dos precursores do Método de Análise e Solução de Problemas na DOC9. Trabalha continuamente analisando e propondo melhorias para o fluxo de atendimento DOC9, buscando entregar um processo mais célere e condizente com a necessidade dos nossos clientes.

Deixar um Comentário